Primeiro precisamos entender que o estudo do transplante capilar já é realizado há muito tempo, o conceito é basicamente o mesmo: folículos transplantados de uma região doadora irão comportar-se da mesma forma na região receptora, permitindo o crescimento dos cabelos na região afetada pela calvície. Isso acontece porque os folículos da região doadora são mais resistentes ao processo da calvície do paciente, e não irão cair quando implantados na área que tem calvície.

Transplante Capilar FUT

A técnica FUT consiste na retirada de parte do tecido da região doadora, após isso os folículos são separados e depois implantando na região receptora, a pessoa terá uma cicatriz discreta que fica geralmente localizada na nuca do paciente, pois é essa a região doadora mais utilizada para o transplante capilar.

Transplante Capilar FUE

Na técnica FUE cada unidade é extraída da região doadora de forma individual, fio a fio, assim não existe uma cicatriz linear, mas sim microcicatrizes dos folículos capilares retirados, depois de um tempo a aparência fica muito discreta e praticamente imperceptível.

Porém, não é correto afirmar que uma técnica é melhor que outra, isso irá depender do caso clinico do paciente, a FUE atende quase todos os casos, mas haverá momentos que será necessário utilizar a técnica FUT para ter um melhor resultado.

Onde realizar transplante capilar?

A IMCAP possui três unidades espalhadas pelo Brasil. Agende seu horário na unidade mais perto de você.

Agende sua consulta:

Belo Horizonte: (31) 4101-5372

Criciúma: (48) 3437 6117

Curitiba: (041) 3079-2282