Criada por James Hamilton, nos anos 50, e aprimorada por Norwood na década de 70, a escala Norwood-Hamilton busca avaliar o tipo de perdas de cabelo que o paciente possui, seguindo uma escala de sete níveis.

Essa separação por graus é importante para auxilio no diagnóstico da alopecia androgenética (calvície), uma vez que o avanço para o tipo III ou tipo III vertex requer algum tipo de tratamento para o controle da queda.

As escalas são divididas em:
Tipo I – Início da abertura nas zonas laterais da região da testa;
Tipo II – Entradas nas zonas laterais se tornam evidentes;
Tipo III – Zonas posteriores do couro cabeludo começam a ser afetadas;
Tipo III Vertex – Variação do Tipo III, no qual a calvície começa a deixar a região superior à mostra;
Tipo IV – Entrada lateral e região superior tem áreas calvas acentuadas.
Tipo V – Superfície tem áreas calvas ainda maiores, com pouco cabelo na parte superior da cabeça.
Tipo VI – A última fase em que há cabelo na região superior da cabeça;
Tipo VII – Nesta fase, existe uma única tira de cabelo, em forma de ferradura, na parte posterior da cabeça.

CONHEÇA AS UNIDADES IMCAP:

Belo Horizonte: (31) 4101-5372
Whatsapp: (31) 99446-2446

Criciúma: (48) 3437 6117
Whatsapp: (48) 98401-2958

Curitiba: (41) 3079-2282
Whatsapp: (41) 99903-2282 🌐 Visite nosso site: WWW.IMCAP.COM.BR