Em setembro de 2017 será realizado na cidade de San Antonio no TEXAS (EUA) o Congresso Mundial de Dermatologia promovido pelo Pulsus Group, uma organização que promove pesquisas cientificas, técnicas e medicas desde 1984, e é reconhecido internacionalmente por seus periódicos sobre medicina e seus avanços. A entidade é filiada a dezenas de sociedades médicas e cientificas internacionais, que juntos promovem o conhecimento dos pesquisadores e médicos de todo o Mundo.

O Congresso de Dermatologia Mundial terá como tema “Melhorar e desenvolver melhores práticas em dermatologia” e terá a participação de representantes de vários países, dentre eles o Brasil. O Dr. Daniel Dourado, médico dermatologista que atua com TRANSPLANTE CAPILAR E TRATAMENTOS PARA CALVICIE, que faz parte do corpo clinico da IMCAP, será um dos palestrantes do evento internacional. Sua palestra será sobre “Cirurgia de Transplante Capilar com a técnica FUE (Follicular Unit Extraction)”.

Segundo o Dr. Daniel Dourado participar de um evento internacional é muito importante, pois vai de encontro com seu objetivo que é o constante aprimoramento técnico e cientifico, visando trazer os melhores resultados para os pacientes, bem como manter contato com médicos de outros países, reforçando e otimizando o conhecimento continuamente.

congresso mundial transplante capilar

O médico explicou que o transplante capilar já existe há muito tempo e a técnica FUE surgiu em 2002 a partir de pesquisas sobre transplante capilar, de lá para cá vem sendo aprimorada por médicos de todo o Mundo, e seus resultados atingem hoje patamares de excelência, tanto durante o procedimento quando no resultado estético. Os pacientes optam por esta técnica, por não deixar cicatriz aparente, sendo possível utilizar cortes de cabelo curto.

Segundo dados da OMS (Organização Mundial da Saúde), a calvície atingirá 70% dos homens em algum momento da vida, e seu impacto no aspecto emocional é muito forte, pois o cabelo dá a forma ao rosto, muitas vezes é a identidade da pessoa, retrata até mesmo seu gosto musical (exemplo: rockeiros, fãs de reggae, etc ), por isso as pesquisas são constantes para tratar o problema.

O Transplante capilar, por sua vez, é a solução definitiva para calvície, pois os folículos capilares que são resistentes a condição genética da calvície são transplantados para a área afetada, e passam a gerar fios de cabelos onde antes não tinha, corrigindo assim o problema. O principal diferencial é que o cirurgião que realiza o transplante capilar é capaz de organizar os fios de tal maneira, que segue a mesma linha do cabelo do paciente, dando um resultado natural que é imperceptível, ou seja, as pessoas não conseguem identificar que o paciente fez o transplante capilar.

Todavia, o Dr. Daniel Dourado afirma que o tipo de técnica utilizada pode variar de um paciente para o outro e a técnica FUT que deixa uma cicatriz tem indicação para muitos casos. Na verdade, não existe uma técnica melhor do que a outra. O cirurgião avalia o que será melhor para o paciente dentro da sua condição clínica.

Link do evento: http://dermatology.cmesociety.com/